8.7.09

LIBERDADE DE EXPRESSÃO?


No momento em que escrevo este texto estou cansado, ansioso, um pouco estressadinho por excesso de informações e de barulho. Me sinto quase uma pessoa comum ao ver da sociedade (esse quase é porque estou só de cueca agora). Enfim, queria apresentá-los um panorama sobre a mídia, principalmente sobre a televisão e sua grande capacidade de nos manter "informado". Ou seria enformado?

Comecemos pela criação da TV: Qual foi a intenção dos criadores dela? Bem, você não acha que a TV foi criada por pessoas que queriam gastar seu dinheiro para mantê-lo informado sobre o mundo, não é? Ela foi criada para divulgar, de maneira mais efetiva possível, objetos de consumo, serviços e também para difundir padrões de vestimenta (moda), de comportamento e de beleza. Partindo disso, algumas pessoas podem se perguntar: Qual é a importância desses padrões? Pra que servem? Quando temos um sistema no qual as pessoas têm comportamentos padronizados fica fácil vender coisas a elas e fácil convencê-las de que o que possuem deve ser trocado por algo mais "moderno".

Agora vamos para a parte deste sistema que considero a mais nociva de todas: as pessoas que pensam diferente têm seus pensamentos podados. Se você não segue o padrão de conduta da sociedade, você é considerado ridículo. Você acaba se tornando escravo do sistema, mesmo que não concorde com ele. Muitas oportunidades são perdidas, porque seu modo de agir e pensar não são aceitos pela sociedade em que está inserido. Vão tentar de todas maneiras destruir sua auto-estima, criar em você o medo de ter sonhos próprios e o hábito de "sonhar" de acordo com o padrão. Aos poucos você vai se tornando mais um consumista alienado. Já as “pessoas padrão” acabam criando um medo enorme de serem ridicularizadas, perdem sua criatividade, espontaneidade, iniciativa e o pior de tudo, vivem em uma falsa liberdade. Acha que estou exagerando? Pegue como exemplo uma sala de aula: os alunos têm medo de responderem as perguntas dos professores, de errar perante a turma, de serem líderes de algo, de darem opiniões próprias, enfim, de pensarem com a própria cabeça.


A TV NÃO FOI CRIADA PARA INFORMÁ-LO SOBRE O MUNDO, FOI CRIADA PARA TE FAZER CONSUMIR COISAS QUE NÃO PRECISA E PARA INFORMAR DEFENDENDO OS INTERESSES DE QUEM DER MAIS LUCRO A ELA.

(Anônimo)



Para uma abordagem autoral sobre este tema, fiquem com as imagens de Videodrome, que de forma extrema dão uma pontuação às idéias de David Cronenberg sobre esta cultura que estamos vivendo e sendo influênciados, mesmo quando caminhamos em sentido reverso a ela. Acaba também abordando temas como moralidade e vícios. Tenha um bom almoço!

PARTE 1
PARTE 2