21.1.11

O Declínio da Civilização Simbólica.


Hoje em dia nossa realidade se baseia no princípio do pragmatismo, somente depois contamos com a experiência e com a execução de algo que se pode catalogar como algo bom ou mal, e partindo daí se decide se algo vai seguir como permitido pela sociedade. O pragmatismo se caracteriza pela insistência nas consequências como maneira de caracterizar o verdadeiro significado das coisas.
Precisamos de uma reinterpretação de conceitos culturais e religiosos para chegar novamente na sua verdade. O símbologo do dinheiro, a silhueta de uma AK-47, e outros símbolos de poder hoje em dia são tratados como símbolos de culto, e isso por muitas razões. O dinheiro, o símbolo do cifrão move o mundo moderno, representa todo um sistema de transação de mercado, e as pessoas se matam por ele. A AK-47 é a arma mais eficiente jamais criada pelo ser humano, é responsável por mais mortes do que a bomba atômica, representando também o poder da modernidade. Precisamos criar uma rede subversiva que tenha uma mentalidade nova e não fundadas em cima de conceitos obsoletos para uma verdadeira compreensão da existência.
Mudanças movem o mundo, e estamos estagnados numa aceitação do cotidiano como se fosse a verdade. Precisamos de uma revolução que nos lembre que somos apenas seres primitivos. Precisamos de alquimistas do novo tempo, este que não podemos mais escapar, este que não será vencido pelo poder que símbolos humanos ganharam em nossas mentes.
Como seres primitivos precisamos contar com nossos instintos para a sobrevivência. O óbvio triunfa pois é sinal de proteção. O óbvio não faz apenas as pessoas correrem do que as faz pensar e questionar a mudança, o óbvio cria uma irmandade em cima do senso comum. Uma das funções que devemos encorajar a humanidade é do desenvolvimento de uma individualidade multi-dimensional, aonde os significados serão pessoais, em favor desta individualidade se voltar ao lado primitivo de nossa alma, e então alcançaremos a percepção do que realmente somos.

~ Ismael Alberto Schonhorst ~

3 comentários:

Anônimo disse...

Pode crê!

Beto Kaos Z Deja-vu disse...

Correto, mas para isso ocorrer seria preciso a reformulação total das mentes ou um caos mundial que ameaçasse toda a raça humana para uma união dos povos e nações.

Rodrigo disse...

Acredito que será possível compilarmos uma moralidade que possa ser aceita por todos os povos. O problema é que será mais fácil que essa moralidade favoreça aos ricos que a todos. Mas... nada é impossível.